Vienna: It’s never too late to remember

Quase meio ano depois do último Natal, é hora de relembrar! Como esse blog é mais novo do que o início da minha aventura européia, algumas coisas importantes ficaram pra trás. Uma delas foram as inesquecíveis viagens de Natal e Ano Novo pra Viena, Budapeste e Praga, que com certeza merecem destaque por aqui.

Viena, na Áustria, foi o lugar escolhido por mim, meu namorado e a prima dele para passarmos o Natal. Completamente diferente de tudo que eu já tinha vivido, pude experimentar:

– dias congelantes (temperaturas em torno de -2º) e muita neblina;

– uma ceia natalina – pela primeira vez sem a família – tomando cerveja e comendo snacks dentro de um dos únicos pubs abertos da cidade (relativamente depressivo);

– cama desconfortável no pior albergue da história (grava o nome e risca agora da sua lista: Labyrinth);

– meu guia novinho da Europa – presente do meu namorado – roubado logo no início da viagem. (Por que diabos alguém roubaria um guia sobre a Europa escrito em Português em plena Áustria? …)

Bom, realmente a viagem começou com alguns problemas, mas… Vamos falar de coisa boa! A Tekpix é linda. Viena é linda, linda mesmo, grandiosa. Os palácios e castelos da cidade são lindíssimos, as ruas impecáveis. O tempo atrapalhou muito e o próprio feriado de Natal foi responsável por tirar 80% das pessoas das ruas e por fechar 90% dos estabelecimentos. Decidimos, então, fazer a nossa própria viagem, do nosso jeito. Andando muito, como sempre, e vimos tudo o que tinha pra ver. Mas como não somos do tipo que gastamos horas em museus, decidimos aproveitar o que a cidade tinha de melhor naquela época do ano: os Christmas Markets. Eles eram vários espalhados pela cidade, todos vendendo coisas lindas e comidas deliciosas com aquele toque alemão (salsichas, pães, queijos) e o viciante Gluhwein (vinho quente), que nos manteve bastante aquecidos o tempo todo.

Para detalhes mais aprofundados de todas as aventuras dessa viagem, veja o post completíssimo feito pelo meu namorado. Melhor impossível!

Até que no final das contas foi gostoso passar o Natal numa cidade que, por si só, já tem cara de Natal! To ansiosa pela próxima (Lívia, eu vou pra Helsinki!)

Abaixo, algumas fotos que marcaram a viagem:

Advertisements

2 thoughts on “Vienna: It’s never too late to remember

  1. Deu ate um apertinho! Apesar de todos os poréns, foi uma viagem e tanto! Não foi? Mesmo com todo o frio, o albergue xexelento, ruas deprês, o nosso calor foi muito mais forte. E esse calor vem de dentro: de emoção, de ansiedade, de sede de alegria e novidade. E ele derreteu qualquer tempestade de neve que pudesse cair sobre nós. Sinto uma felicidade imensa por saber que vocês estao juntos e tão felizes aí. E ai ela ainda aumenta quando penso que tive a enorme sorte de encontrar com vocês no meio disso tudo. Podia ter sido em qualquer hora, mas o destino nos fez esbarrar. E essas coisas não são por acaso. Sei que ainda vamos a muitos lugares lindos. Essa foi a estréia! Ja to com vontade de chorar hein! Beijos e muita saudade!
    (Ps. So nao entendi pq voce nao publicou o nome do seu snack de natal….)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s